You are currently viewing Solutec | Energia solar será fonte mais barata de eletricidade nova no mundo, segundo  estudo

Solutec | Energia solar será fonte mais barata de eletricidade nova no mundo, segundo estudo

Relatório prevê que será mais caro operar uma usina de carvão ou gás natural do que construir parques solares ou eólicos

Placas instaladas pela Solutec no interior do RS

Uma análise idealizada pela Bloomberg New Energy Finance (BNEF) indica que, em cinco anos, será mais caro operar uma usina existente de carvão ou gás natural do que construir parques solares ou eólicos. Sendo assim, as fontes eólica e solar são as tecnologias mais baratas de eletricidade nova na maior parte do mundo atualmente.


De acordo com Seb Henbest, economista-chefe da BNEF, ainda há um limite econômico para a expansão dessas fontes de energia limpa. Segundo o economista, haverá um ponto de saturação em cada país. “A tecnologia não reduzirá mais os custos de geração em comparação com o funcionamento das centrais de geração térmica existentes”, explicou.

Para a BNEF, a transição para energias renováveis deve remodelar uma série de setores, especialmente o de transporte marítimo, já que um terço das milhas de carga transportadas por navios são provenientes de combustíveis fósseis ao redor do globo, e 70% dessa porção é petróleo.


As previsões da BNEF se somam às pesquisas que mostram por que as renováveis têm se expandido na maioria dos mercados de energia. Recentemente, a Agência Internacional de Energia (AIE) informou que a energia solar começa a substituir o carvão como a forma mais barata de eletricidade.

Posicionamento Solutec


A Solutec – Energia Solar, com sede em Santa Bárbara do Sul e ampla cobertura de atendimento na região norte e noroeste do Rio Grande do Sul reafirma o propósito sustentável e econômico da energia renovável a partir da captação solar.


Até dia 04 de janeiro de 2021 a empresa estará em recesso, mas assim que retomar as atividades, estará à disposição para tirar dúvidas e fortalecer os benefícios da energia renovável.

Fonte: Portal Solar/Solutec

Deixe um comentário